“Se eu fechar os olhos agora” é indicada ao Emmy Internacional

19 de setembro de 2019

“Essa é uma cidade de amores tristes”. Quando ouviu a frase partir do amigo Edney Silvestre ao definir o romance ‘Se eu fechar os olhos agora’, o roteirista Ricardo Linhares tratou de colocá-la em um dos capítulos da minissérie de mesmo nome pela definição poética e adequada que ela trazia sobre o enredo. Os dois estiveram na última edição do Fliaraxá contando os detalhes do processo de escrita, o cuidado e a sensibilidade na hora de levar a história às telas. Agora, depois de alguns meses, a consagração do enredo: a indicação ao Emmy Internacional – o prêmio máximo da televisão mundial.

‘Se eu fechar os olhos agora’ conta a história de um misterioso assassinato que movimenta a conservadora cidade de São Miguel, mostrando a hipocrisia dos seus moradores mais ilustres. A minissérie, que se passa no início dos anos 1960, não poderia ser mais atual ao criticar o machismo da época. O olhar crítico e cosmopolita sobre o tema fica por conta de Adalgisa, que não existia no enredo original. Interpretada por Mariana Ximenes, ela contrapunha a realidade provinciana dos outros personagens.

Ao receber a notícia sobre a indicação, o autor Edney Silvestre comemorou: “Uma minissérie que aborda destemidamente nosso racismo, o drama do feminicídio, e a esperança que sempre nos alimenta”. Já Ricardo Linhares postou em suas redes: “Que bom começar o dia com uma notícia dessas.”

Para quem ainda não conhece a história, fica a dica: o livro de Edney está disponível nas melhores livrarias do país – o autor também lançará em Belo Horizonte no fim do mês “O Último dia da Inocência”, pelo projeto Sempre um Papo. Já a minissérie, pode ser assistida pelo Now da Net e também pelo Globoplay.

Veja aqui a mesa ‘Assista a esse livro’, da TV Globo, que fez parte da edição deste ano do Fliaraxá.

(Breno Ribeiro)

[fbcomments]