Notícias

Leila Ferreira e João Rios Montandon são homenageados na abertura

27 de junho de 2018

A abertura do Fliaraxá foi marcada por homenagens e discurso sobre a importância do fomento à literatura. Estiveram presentes na cerimônia autoridades, escritores, convidados e visitantes. A faixa de inauguração foi cortada por Leonardo da Rocha e Silva, gerente de engenharia da CBMM; Leila Ferreira, escritora homenageada local e o teólogo Leonardo Boff. “A CBMM reconhece a relevância da literatura como ferramenta essencial da educação. Vemos que o Fliaraxá incentiva e fomenta a literatura. Devemos apoiar eventos deste tipo”, afirmou Leonardo da Rocha e Silva.

 

Leonardo Boff ficou emocionado e embargou a voz. Contou sobre sua admiração por Afonso Borges, idealizador do Festival, destacou a capacidade de organização e belo trabalho da equipe de produção. Embasado no tema que norteia esta edição, ‘Alma, leitura e revolução’, o teólogo destacou a importância de se alimentar a alma por meio da literatura. “A literatura é a fonte secular de gerações e gerações dos povos que alimentaram nossa alma. É preciso alimentá-la com a leitura. Que possamos sairmos daqui enriquecidos e com vontade de cultivar essa riqueza”, pontua.

 

Leila Ferreira lançou o primeiro livro, “O amor que sinto agora”, neste ano e logo recebeu convite do festival para ser a homenageada local, já que é de Araxá. Para receber a escritora o evento preparou algo especial. O carteiro de Araxá, Tom Lima, figura conhecida na cidade, distribuiu cartas aos presentes e leu um trecho do livro de Leila, que é uma carta resposta a sua mãe já falecida.

 

Em discurso, Tom disse que Leila saiu de Araxá, foi para televisão e ganhou o coração de todos. Ele ainda tirou o uniforme de carteiro e exibiu a blusa em homenagem a ela. O músico araxaense Thiago Martins também participou da homenagem. Ele tocou uma canção especial para Leila. A escritora ficou emocionada, falou sobre carreira, a chegada da literatura em sua é vida.

 

A homenagem ao patrono local, o poeta João Rios Montandon, foi feita por Rafael Rios, vereador de Araxá. Ele leu um texto sobre a vida e resgatou lembranças sobre o poeta. Ainda ressaltou a importância de Montandon para a cidade. O vereador também saudou Leila Ferreira e destacou a importância do Festival para a sociedade.

Comentarios

comments