Notícias

Estreia da programação infantil tem cantoria e contação de histórias

19 de junho de 2019

O autor Pedro Bandeira encerrou o primeiro dia de programação infantojuvenil dando um recado para a meninada: para as coisas acontecerem você tem que ser desobediente. Ele deu a dica quando foi questionado pela contadora de histórias Fê Liz sobre como foi a experiência de escrever o livro “A droga da obediência”, de 1984. A obra é a primeira da série “Os Karas” e conta as aventuras deste grupo de adolescentes, que foi criado por brincadeira por Miguel, um os personagens. Na narrativa, os adolescentes se envolvem em uma perigosa relação com a droga da obediência.

A presença do autor foi recebida com muitos aplausos pelas crianças. Minutos antes, a contadora de histórias Fê Liz e a meninada ensaiou quais perguntas seriam feitas para Pedro Bandeira. As mais frequentes foram feitas e respondidas por ele. No começo de sua fala o escritor cantou com o público, e isso fez que a relação ficasse ainda mais próxima.

“O artista não escreve sobre si, ele tenta escrever sobre vocês”, disse Pedro Bandeira quando comentou sobre o processo de criação do livro “A marca de uma lágrima”.

Confira aqui o podcast com a palestra de Pedro Bandeira

 

Mais cedo, quem bateu papo com os pequenos foi o autor Luiz Antonio Aguiar. Ele possui cerca de 160 títulos publicados e conversou sobre as suas histórias com o curador da programação infantojuvenil do Fliaraxá, Leo Cunha. Desta vez, cada participante fez a sua pergunta diretamente para Luiz Antonio, que explicou que sempre busca transitar entre os gêneros. Quem ajudou nos trabalhos das perguntas foi Lucrécia Leite, contadora de histórias que também animou todo mundo antes da fala do autor convidado.

Também contou sobre o seu personagem favorito. “Dentre todos os monstros de histórias de terror, eu adoro o lobisomem, com certeza é o meu preferido”. Segundo Aguiar, o lobisomem tem o seu próprio drama individual.

Em conversa com a nossa equipe, Pedro Bandeira comentou sobre mais uma experiência no Fliaraxá e disse que sente lisonjeado de, mais uma vez, conversar com as crianças e com os convidados. Luiz Antônio Aguiar agradeceu e elogiou o festival.  

E não parou por aí! A programação infantojuvenil começou às 8h com Sarau do Tamanduel. Teve também contação de história com Fê Liz e Lucrécia Leite, Ciça Conta Contos. Amanhã tem mais contação de história, peça de teatro e mais bate-papo com os autores do primeiro dia.

(Jaiane Souza)

[fbcomments]

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0