Cinco curiosidades sobre Valter Hugo Mãe

10 de maio de 2019

Você conhece Valter Hugo Mãe? Ele é um escritor português e esse é um nome artístico para Valter Hugo Lemos. Ele é escritor, editor, artista plástico, apresentador de televisão e cantor. Valter nasceu em Henrique de Carvalho, atual Saurimo, na Angola. Neste ano, ele será o autor homenageado no 8º Fliaraxá pela sua vida, obra e contribuição para literatura. E para que possamos conhecê-lo um pouco mais, nós destacamos cinco curiosidades.

São cinco fatos sobre Valter Hugo Mãe para quem for ao Fliaraxá 2019 e para quem ainda não o conhece muito bem possa ficar por dentro.

Medo de jacaré e escorpião

Valter Hugo Mãe tem medo de jacaré e de escorpião, mas encara isso como um desafio. Quando participou do projeto Fronteiras do Pensamento, em 2016, o autor comentou sobre a sua pretensão em escrever um livro em um local pequeno do Brasil. Na ocasião ele falou que poderia ser na Ilha da Conceição, em Niterói, ou em uma aldeia a 100 km de Salvador, local onde uma amiga mora. Ele não lembrava o nome, mas sabe que fica junto de uma praia e que tem muito jacaré e escorpião. “Eu tenho medo de jacaré, tenho medo de escorpião [risos], mas acho que é isto que eu imagino, que necessito. Essa espécie de comunidade que pode parecer residual, mas é ela mesma um símbolo do que pode ser o Brasil”, comentou. Veja a entrevista completa no site

É fã de Jô Soares

Em entrevista ao Programa do Jô, Valter Hugo Mãe disse que encontrar o apresentador simboliza uma intimidade da própria casa. Durante a infância Valter e a família assistiam o programa Viva o Gordo e encontrar o Jô o fez reconstruir a lembrança daquele tempo.

Escreveu quatro romances em letras minúsculas

Os quatro primeiros livros do autor ficaram conhecidos como a tetralogia das minúsculas. As obras são escritas inteiramente em letras minúsculas, incluindo o nome do autor e os títulos. A intenção era voltar a atenção para a oralidade dos textos. Além disso, as minúsculas fazem alusão a uma utopia de igualdade, uma democracia para igualar as palavras na sua grafia, fazendo, assim, que o leitor defina o que deve ou não ser acentuado.

Timidez

Valter Hugo Mãe foi tímido durante muito tempo. Ele se sentia exposto e julgado quando precisava falar em público ou dar uma entrevista. Com o tempo, percebeu que as pessoas que o assistiam estavam lá de boa fé, ou seja, se compareciam a um evento, por exemplo, é porque queriam ouvir o que ele tinha a falar. A partir disso passou a tentar ser o mais transparente possível, pois acredita que  a coisa mais preciso que as pessoas têm é a honestidade. Assim, aprendeu a contornar a timidez.

Ganhou o Prêmio José Saramago

O prêmio Saramago foi Instituído pela Fundação Círculo de Leitores em 1999. É entregue a uma obra literária escrita em língua portuguesa por jovens autores. A primeira edição tem, necessariamente, ter sido publicada em um país lusófano. A periodicidade do prêmio é bienal e o valor é de 25 mil euros. Valter Hugo Mãe foi contemplado com o prêmio em 2007 com o livro O Remorso de Baltzar Serapião.

 

Saiba mais sobre o 8º Fliaraxá

[fbcomments]